Vida em 10 fotos

VIDA EM 10 FOTOS

Kevin Spacey, o anti-herói

  • Kevin Spacey com um ano
  • Com Jack Lemmon no filme Sucesso a Qualquer Preço (de James Foley, 1992)
  • No papel de John Doe no filme Seven - 7 Pecados Mortais (de David Fincher, 1995)
  • Com o Óscar de Melhor Actor Secundário, em Março de 1996, pelo desempenho no filme Os Suspeitos do Costume (de Bryan Singer, 1995)
  • Em 1997, na antestreia do filme L.A. Confidencial (de Curtis Hanson, 1997), em Hollywood
  • Numa cena do filme Beleza Americana (de Sam Mendes, 1999), com  Annette Benning
  • Em 2001, a cantar Mind Games no Radio City Music Hall, em Nova Iorque
  • Em Berlim, na conferência de imprensa do filme Bobby Darin - O Amor é Eterno, realizado por si em 2005
  • No 15.º cerimónia dos International Indian Film Academy Awards, na Florida, com a actriz Deepika Padukone e o actor de Bollywood Shahid Kapoor
  • O retrato do presidente Francis J. Underwood, a personagem de Spacey em House of Cards, na National Portrait Gallery em Washington

Frank Underwood é Presidente ficcional dos EUA desde 2013 – na série House of Cards. Como Reagan, veio do cinema.

Sentado, de pernas cruzadas, fato e gravata. Kevin Spacey, na personagem Frank Underwood, foi retratado pelo pintor britânico Jonathan Yeo e está ao lado de George Washington, Ronald Reagan, Richard Nixon ou George W. Bush na National Portrait Gallery em Washington, nos EUA. “Estou a um passo de convencer o mundo de que sou eu o Presidente”, disse sobre a sua personagem de House of Cards, que lhe deu um Globo de Ouro de Melhor Actor numa série de televisão dramática.

Aos 56 anos Kevin Spacey tem dois Óscares – um de Melhor Actor Secundário pelo desempenho em Os Suspeitos do Costume (1995) e outro de Melhor Actor em Beleza Americana (1999).

O interesse pela representação começou no fim dos anos 1960, conta no seu site oficial. Estreou-se no cinema em 1986, com um papel em A Difícil Arte de Amar. Uma década depois, realizou Albino Aligator. Em 1999, ano de A Beleza Americana, ganhou uma estrela no Passeio da Fama de Hollywood.

No ecrã do Netflix é casado com Claire Underwood (Robin Wright), mas na vida real é solteiro. “Quanto menos souberem sobre mim, mais fácil é convencer-vos de que sou a personagem no ecrã. Permite que o público entre numa sala de cinema e acredite que eu sou aquela pessoa”, justificou ao London Evening Standard, em 1998, sobre a sua vida pessoal.