• O palacete neo-mourisco destaca-se nesta vista do Jardim do Princípe Real
    O palacete neo-mourisco destaca-se nesta vista do Jardim do Princípe Real Pedro Cunha
  • Estranheza é a primeira reacção à loja da criadora Alexandra Moura
    Estranheza é a primeira reacção à loja da criadora Alexandra Moura Pedro Cunha
  • As peças de roupa são dispostas sobre espelhos que revelam o seu interior
    As peças de roupa são dispostas sobre espelhos que revelam o seu interior Pedro Cunha
  • Na loja de Alexandra Moura também se encontra alguns objectos de coleccionador
    Na loja de Alexandra Moura também se encontra alguns objectos de coleccionador Pedro Cunha
  • Peças da designer Carolina Curado estão à venda na loja de Alexandra Moura
    Peças da designer Carolina Curado estão à venda na loja de Alexandra Moura Pedro Cunha
  • A criadora Alexandra Moura gosta de espreitar a rua desde a janela do seu atelier, situado no primeiro andar da loja
    A criadora Alexandra Moura gosta de espreitar a rua desde a janela do seu atelier, situado no primeiro andar da loja Pedro Cunha
  • Um espaço para "descontrair", no fundo da loja de Alexandra Moura
    Um espaço para "descontrair", no fundo da loja de Alexandra Moura Pedro Cunha
  • O estacionamento é um dos maiores problemas desta nova artéria que está a renascer no coração da cidade
    O estacionamento é um dos maiores problemas desta nova artéria que está a renascer no coração da cidade Pedro Cunha
  • A estátua que ilumina a entrada do atelier de Nuno Gama
    A estátua que ilumina a entrada do atelier de Nuno Gama Pedro Cunha
  • Os manequins no interior da loja de Nuno Gama
    Os manequins no interior da loja de Nuno Gama Pedro Cunha
  • A famosa T-shirt, com os dizeres dos tradicionais lenços dos namorados, que já é icónica na carreira de Nuno Gama
    A famosa T-shirt, com os dizeres dos tradicionais lenços dos namorados, que já é icónica na carreira de Nuno Gama Pedro Cunha
  • Clientes a descobrir as propostas de Nuno Gama
    Clientes a descobrir as propostas de Nuno Gama Pedro Cunha
  • Sapatos criados por Nuno Gama dispostos sobre os cobiçados azulejos do mestre Zagalo
    Sapatos criados por Nuno Gama dispostos sobre os cobiçados azulejos do mestre Zagalo Pedro Cunha
  • O criador Nuno Gama é o mais recente inquilino do Princípe Real
    O criador Nuno Gama é o mais recente inquilino do Princípe Real Pedro Cunha
  • Maria Gama, a cadela do criador, é presença assídua no atelier
    Maria Gama, a cadela do criador, é presença assídua no atelier Pedro Cunha
  • O Princípe Real está numa das sete colinas de Lisboa
    O Princípe Real está numa das sete colinas de Lisboa Pedro Cunha
  • A criadora de moda Lidija Kolovrat tem origem jugoslava, mas está em Portugal há mais de 20 anos
    A criadora de moda Lidija Kolovrat tem origem jugoslava, mas está em Portugal há mais de 20 anos Pedro Cunha
  • A cor é uma predominante no trabalho de Lidija Kolovrat
    A cor é uma predominante no trabalho de Lidija Kolovrat Pedro Cunha
  • A criatividade de Lidija Kolovrat na apresentação das suas peças para a Primavera/Verão 2012
    A criatividade de Lidija Kolovrat na apresentação das suas peças para a Primavera/Verão 2012 Pedro Cunha
  • O colar criado por Lidija Kolovrat que também está à venda no Victoria and Albert Museum, em Londres
    O colar criado por Lidija Kolovrat que também está à venda no Victoria and Albert Museum, em Londres Pedro Cunha
  • O ex-libris do Princípe Real é o jardim de estilo romântico do séc.XIX
    O ex-libris do Princípe Real é o jardim de estilo romântico do séc.XIX Pedro Cunha
  • A American Vintage abriu portas em Março
    A American Vintage abriu portas em Março Pedro Cunha
  • O Espaço B é uma loja multimarcas que se distingue pela aposta em marcas que não têm representação em Portugal
    O Espaço B é uma loja multimarcas que se distingue pela aposta em marcas que não têm representação em Portugal Pedro Cunha
  • O preto e o branco dominam o interior do Espaço B
    O preto e o branco dominam o interior do Espaço B Pedro Cunha
  • Uma peça da Meam, a segunda linha do criador Ricardo Preto, à venda na Design Store
    Uma peça da Meam, a segunda linha do criador Ricardo Preto, à venda na Design Store Pedro Cunha
  • Catarina Lopes, a representante em Portugal do Eastbanc, e Helena Pinto, directora comercial da mesma entidade
    Catarina Lopes, a representante em Portugal do Eastbanc, e Helena Pinto, directora comercial da mesma entidade Pedro Cunha
  • No laboratório da Poison d'Amour, criam-se pequenas tentações com sotaque francês
    No laboratório da Poison d'Amour, criam-se pequenas tentações com sotaque francês Pedro Cunha
  • Um dos quiosques que pontua o Jardim do Princípe Real
    Um dos quiosques que pontua o Jardim do Princípe Real Pedro Cunha

Tendências

Sua Majestade, o Príncipe Real

Há um bairro em Lisboa que está a tornar-se numa artéria de referência de comércio alternativo e que já alberga alguns nomes do panorama da moda nacional. Alexandra Moura, Lidija Kolovrat, Nuno Gama e Ricardo Preto já lá estão. Outros não vão tardar a juntar-se-lhes no Príncipe Real, o bairro mais cool da capital.

A uma curta distância do Chiado, com o Bairro Alto mesmo ali ao lado e perto da Avenida da Liberdade, o Príncipe Real está a renovar o charme de outrora e a ganhar novo fulgor. As novas lojas evidenciam a liberdade criativa individual dos mais recentes habitantes, em bem conservados palacetes de outras épocas, onde o passado vive lado a lado com o futuro. Que o diga José Luis Barbosa, um dos primeiros empresários a perceber o potencial do Príncipe Real.

Quando há 30 anos abriu a sua primeira loja de mobiliário de design, a Arquitectónica, convidou os amigos a seguirem-no. Sem sucesso. Mas o tempo está a dar-lhe razão: nos últimos cinco anos, nos 350 metros de via plana, que juntam a Rua D. Pedro V com a Rua da Escola Politécnica, abriram 20 novas lojas.

Para José Luís Barbosa, a movimentação de que o bairro está a ser alvo começou com a chegada do "Sr. Americano", diz referindo-se ao investidor norte-americano e presidente da Eastbanc, Anthony Lanier. "O primeiro edifício fui eu que lho vendi - foi um bom negócio - e, desde então, tem vindo a adquirir todos os prédios que vão vagando", entre os quais o palacete Ribeiro da Cunha ou o do Banco de Portugal. Actualmente, o Eastbanc, que trabalha a gestão e desenvolvimento imobiliário, é o senhorio de todos os novos inquilinos do bairro.

Um arquipélago criativo

A pequena "ilha" encantada de Alexandra Moura, é a mais recente aquisição deste novo arquipélago criativo e um ponto de curiosidade para quem passa. "Primeiro estranha-se, depois entranha-se", diz a criadora de moda. A loja não se denuncia da porta, há que entrar e percorrer a ilha de paredes brancas ligada por dois estreitos corredores onde se vão descobrindo as roupas que seleccionou para este Verão. Mostram-se em cabides sustentados sobre uma base espelhada que revela o interior das peças e detalhes que seriam imperceptíveis de outra forma. No centro deste percurso há um pequeno logradouro de paredes cor de alfazema, por onde caem pequenas folhas cor-de-rosa das flores de uma buganvília, convida a um momento de descanso para um olhar mais atento ao Ninho para Sementeira, uma peça do novo projecto da Aforest design, de Sara Lamúrias, que está preparado para receber terra e vida: tem camomilas semeadas no telhado e pode albergar um passarinho.

A dificuldade do espaço puxou pela criatividade da equipa da NPS Arquitectos. "Este desafio teve em conta a vontade que tenho que as pessoas interajam com as peças que crio de uma forma muito intimista, sem medo ou pudor de tocar num cabide com medo que a peça caia", afirma Alexandra Moura. No jogo de aproveitamentos dos 125 metros quadrados do espaço ainda foi possível construir um piso superior onde funciona o atelier, que se avista da loja através de uma janela em forma de óculo. Lá em cima cria-se o universo que é materializado cá em baixo.

Mulher de muitas áreas de referência, Alexandra Moura sentiu vontade de ter outros objectos que se cruzassem com a sua marca. Assim, a roupa, calçado e malas da criadora convivem lado a lado com peças especiais ou edições limitadas, que podem ser uma cerâmica, um livro ou um vinil. "Esta fusão não é mais do que os meus gostos, os meus universos, um processo contínuo de busca de novos nomes que entrem neste cruzamento. E todos portugueses. Essa é a grande característica de que não queremos abdicar". Na sua loja podemos encontrar peças de joalharia da jovem designer Carolina Curado, peças orgânicas que retiram inspiração do universo animal, como um exemplar de O amor dá-me Tesão ou um vinil original e autografado dos Buraca Som Sistema.