Reuters/HANDOUT

Religião

Papa não quer lamentos por perto

Placa com aviso foi oferecida por psicólogo italiano a Francisco.

"Proibido lamentar-se" É este o pedido do Papa a quem se aproxima dos seus aposentos. Numa das portas do espaço que ocupa, Francisco colocou um sinal – que lhe foi oferecido pelo psicólogo e autor de auto-ajuda italiano Salvo Noe – que é um aviso aos que se aproximam.

A fotografia do sinal está no site Vatican Insider e pode ler-se que "os violadores estão sujeitos à síndrome de se sentir sempre como uma vítima e à consequente redução do seu sentido de humor e capacidade para resolver problemas".

A placa acrescenta ainda que "a penalidade é a dobrar se a violação ocorrer na presença de crianças. Para tirar o melhor proveito concentre-se no seu potencial e não nas suas limitações", desafia.

O texto termina com um incentivo: "Pare de reclamar e tome medidas para melhorar a sua vida."

Desde que foi eleito em 2013, o Papa Francisco tem tido queixas de sobra, sobretudo dos membros mais conservadores do seu rebanho que o acusam de semear a confusão doutrinária, avança a Reuters.