Reuters/TOBY MELVILLE

Ténis

Quem é a mulher que acompanha Nadal há dez Roland Garros?

María Francisca Perelló, Mary, como lhe chama o tenista, começou a sair com ele há 12 anos.

No ano em que Rafael Nadal conquistou o seu primeiro prémio no torneio de ténis Roland Garros foi o ano em que começou a namorar com María Francisca Perelló. Doze anos depois, Xisca, como muitos lhe chamam, ou Mary, como lhe chama o atleta espanhol, continua ao seu lado e lá estava, neste domingo quando Nadal conquistou o décimo Grand Slam em França.

Embora nunca o verbalize, é a Mary que Nadal dedica as suas vitórias, diz o jornal espanhol El País. A companheira tem sido uma presença constante nos courts e é responsável pelo departamento de integração social da Fundação Rafa Nadal, onde a mãe do atleta, Ana Maria Parera, é presidente. Maria "é responsável por coordenar projectos e comunica com diferentes organizações com quem trabalhamos", explica a presidente da fundação, acrescentando que trabalham bem em conjunto.

A companheira de Nadal estudou Gestão e Administração de Empresas na Universidade das Ilhas Baleares e viveu em Palma de Maiorca durante o tempo de estudante, altura em que partilhava um apartamento com a namorada de um amigo de Nadal. Terminado o curso estagiou no departamento de comunicação da Endesa em Palma de Maiorca, durante quatro meses. De seguida foi viver para Londres onde trabalhou na IMG, uma multinacional de marketing desportivo. Ali especializou-se em patrocínios e marketing desportivo. Mais tarde trabalhou na seguradora Mapfre.

Maria sempre foi muito discreta quer na maneira de estar como na de vestir e evita falar com a comunicação social. Segundo o El País, os amigos descrevem-na como "meticulosa, escrupulosa, atenciosa e muito profissional." Quando está nos torneios, senta-se sempre com a família de Nadal, os pais e a irmã. Aliás foi a irmã do tenista quem os apresentou, em 2005.