LUSA/NATASCHA LIBBERT HANDOUT

Monarquia

Já terá voado com o rei da Holanda na KLM?

O monarca holandês revelou numa entrevista que um dos seus "hobbies" preferidos é pilotar aviões comercias da KLM.

Como chefe de Estado, o rei da Holanda tem a incumbência de “unificar, representar e encorajar o povo”, lê-se no site da Casa Real. Semanalmente, reúne-se com o primeiro-ministro e cerca de duas vezes por mês, sabe-se agora, pilota voos da KLM.

Em entrevista ao jornal holandês De Telegraaf, Willem-Alexander falou sobre o facto de, nas últimas duas décadas, ter voado regularmente como co-piloto convidado da KML. “Não podemos levar os nossos problemas da terra para os céus. Podemos desligar completamente e concentrarmo-nos noutra coisa. Isso é, para mim, a parte mais relaxante de voar”, disse, citado pelo The Guardian.

Agora que a companhia aérea holandesa está a suprimir gradualmente a sua frota de aviões Fokker 70 – aqueles que costumava pilotar –, o monarca vai afastar-se temporariamente dos voos comerciais. Nos próximos tempos, vai iniciar o treino para voar o modelo Boeing 737, aquele que a KLM vai usar para substituir os Fokker 70.

Willem-Alexander afirma que, até agora, raramente era reconhecido pelas pessoas nos aviões e aeroportos. “Antes do 11 de Setembro, a porta do cockpit estava aberta. As pessoas regularmente entravam para espreitar e achavam que era interessante ou surpreendente eu estar ali sentado”, comentou ainda.

Não é segredo que o rei da Holanda sabe pilotar um avião – a própria Casa Real destaca essa competência no perfil do Willem-Alexander. “O rei tem um enorme interesse em voar”, lê-se no site. Em 1985 tirou a licença para pilotar aviões privados e dois anos depois comerciais.