Miguel Manso

Música

Triste com a morte do filho, Nick Cave vai abandonar o Reino Unido

O último álbum do músico reflectia a morte do jovem de 15 anos. Agora o cantor quer trocar Brigthon por Los Angeles.

O cantor Nick Cave vai trocar o Reino Unido pelos EUA, para deixar de alimentar a dor da morte do seu filho Arthur e recomeçar "numa folha em branco" noutra cidade, mais concretamente em Los Angeles.

Numa entrevista ao The Guardian, o cantor de 59 anos, que viveu mais de uma década em Brighton com a ex-modelo Susie Bick e os seus filhos gémeos Earl e Arthur, confessa-se incapaz de continuar a viver naquela estância balnear. "A dor é demasiado grande", confessa. Foi ali, há dois anos, em Julho de 2015, que Arthur caiu de um penhasco, depois de tomar três comprimidos de LSD com um amigo.

Apesar de reconhecer a solidariedade e apoio de quem vive em Brighton, assim como dos fãs e de outras pessoas que contactam através das redes sociais, a família precisa de fazer esta mudança, justifica.

Cave canalizou o impacto da morte do filho no seu 16.º álbum com a banda The Bad Seeds, Skeleton Tree, que foi lançado em 2016, com um documentário, One More Time with Feeling.