Património

Gucci vai doar dois milhões para recuperar os jardins Boboli

Jardins pertencem ao Palácio Pitti, em Florência, e fazem parte da lista da Unesco do Património da Humanidade.

A Gucci anunciou que vai doar dois milhões de euros para recuperar e manter os jardins de Boboli. Ao todo são 45 mil metros de zona verde que pertencem ao Palácio Pitti de Florência, em Itália. Este é Património da Humanidade da Unesco.

"A união entre a moda e a arte foi sempre muito estreita e favorece encontros únicos. Como acontece hoje, que uma marca italiana de prestígio decide investir de forma significativa numa grande instituição cultural, respeitando a sua missão", declarou o ministro da Cultura, Dario Franceschini, citado pelo espanhol ABC.

Esta não é a primeira vez que a casa de moda italiana doa dinheiro para recuperar o património do país. Antes, aconteceu com a escadaria de Tinitá dei Monte, a Fontana de Trevi e com o Coliseu, em Roma.

Mas a Gucci não é a única, a Bulgari investiu 1,5 milhões para recuperar a escadaria da Praça de Espanha, em Roma; assim como a Fendi doou 2,2 milhões também para a Fontana de Trevi. A Tod's também contribuiu para o Coliseu, com o proprietário a doar 25 milhões de euros.