Reuters/MARCUS DONNER

Bem-estar

O que faz Bill Gates para descontrair?

Descontrair a seguir ao trabalho nem sempre é fácil e a ciência tem algumas sugestões.

Está cansado, já é tarde e não consegue dormir? Bill Gates, o multimilionário fundador da Microsoft, tem uma rotina nocturna que o ajuda a descontrair e a descansar e que está de acordo com o que dizem muitos estudos científicos.

A seguir ao jantar, Gates lava a louça suja da família e diz que tarefa é "agradável". Lavar a louça não é uma excentricidade do milionário ou uma questão de divisão das tarefas domésticas, mas funciona para reduzir o stress, diz um estudo da Universidade Estadual da Florida, que descobriu que os alunos que foram preparados para estarem plenamente conscientes enquanto lavavam a louça (ou seja, concentrados na respiração e no toque, no cheiro e na sensação da tarefa) tinham tido uma diminuição dos níveis de stress e um aumento da inspiração, revela uma notícia da CNBC.

O estudo revela ainda que concentrar-se na sensação da água quente e no cheiro do detergente estimula o cérebro e promove o relaxamento, assim como pode estimular a criatividade.

Outro estudo da Universidade da Califórnia Santa Barbara descobriu que fazer tarefas de forma inconsciente permite ao cérebro vaguear e dedicar-se à resolução criativa de problemas. Na Universidade de Central Lancashire, outra investigação, confirmou também que completar tarefas aborrecidas permite, posteriormente, pensar de maneira mais criativa. 

Outra rotina do responsável pela Fundação Bill e Melinda Gates é ler antes de dormir. Uma hora. "Faz parte do adormecer", justifica. Por ano, Bill Gates lê meia centena de livros, dez vezes mais do que o norte-americano médio, que lê apenas quatro, diz a Pew Research. “Quer esteja no escritório, em casa ou em viagem”, escreve Gates no seu blogue, “tenho sempre uma pilha de livros que estou ansioso por ler”.

E ler só traz benefícios: ajuda a descontrair e a adormecer. Segundo a norte-americana National Sleep Foundation, ler antes de dormir pode ajudar a mente a descontrair e a preparar o corpo para o sono.

Leve os miúdos a uma livraria

Philip Gerhman, médico e professor assistente de psiquiatria na Perelman School of Medicine da Universidade da Pensilvânia, afirma que ler um livro em papel antes de dormir é melhor do que olhar para o telemóvel por causa da luz dos smartphones.

Ler também estimula a inteligência emocional e ajuda a evitar o declínio mental. Não é de estranhar que a leitura seja uma prioridade na vida de muitas pessoas bem-sucedidas como o multimilionário Warren Buffett; o fundador da Amazon.com, Jeff Bezos; ou o criador da PayPal, Elon Musk.

Maye Musk, de 68 anos, é a nova "it girl" da Vanity Fair