DANIEL ROCHA

Para pensar no fim-de-semana

Design thinking: planear a vida como um designer cria um produto

Os autores de Designing Your Life encorajam as pessoas a encarar os maiores desafios como um designer cria um produto e a fazer três planos de vida diferentes.

Faça três planos de vida, não um. O conselho vem de dois professores da Universidade de Stanford, autores do livro Designing Your Life. Segundo Bill Burnett e David Evans, é um erro assumir que na vida só existe um caminho correcto e que uma escolha errada pode deitar tudo a perder. “Há muitas versões de cada pessoa. Há muitas respostas certas”, assegura Evans, citado pelo New York Times.

A dupla de autores ensina-nos a pensar como designers – tanto no livro, como naquela que é, segundo a Fast Company, a disciplina mais popular da Universidade de Stanford. O conceito de design thinking – como normalmente é designado – consiste em lidar com os problemas da vida seguindo os mesmos princípios que os designers usam para a criar um produto. Imaginando que esse produto era uma caneta, a primeira fase seria estudar aquilo que o público-alvo procura, para depois pensar em possíveis soluções, criar um protótipo e testá-lo junto do mesmo grupo. O processo repetir-se-ia até que o produto servisse as necessidades do público-alvo.

 “Um estágio é essencialmente um protótipo. Seguir um médico durante um dia para saber se queres ser cirurgião é um protótipo. É viver no mundo das pessoas que estão a fazer aquilo que achamos que queremos fazer”, explica Bill Burnett, num vídeo publicado pela Universidade de Standford.

Segundo Burnett, design thinking é uma ferramenta para resolver problemas difíceis. Um deles é decidir “o que quero ser quando crescer”, diz. Certo que o curso que ensina em Stanford está direccionado para jovens que não começaram ainda a vida profissional, mas não deixa de ter igual importância para todas as idades: pessoas que pensam mudar de emprego e de carreira ou mesmo adultos que começam a imaginar aquilo que vão fazer na reforma. “Todos querem saber o que vão ser quando crescerem. É uma pergunta que nunca desaparece”, garante Burnett.

Um plano para cada vida

Um dos exercícios-chave de Designing Your Life (livro e disciplina) é a criação de três planos de vida para os próximos cinco anos. Burnett e Evans chamam-lhe Odyssey Plans: o primeiro sobre a vida que já está a viver; o segundo sobre a vida que criaria se a primeira desaparecesse de repente e o último sobre a vida que escolheria se o dinheiro ou as aparências não contassem como factores.

Depois, deve dar um título de seis palavras a cada plano e escrever três dúvidas que tenha sobre os mesmos. O último passo é avaliar cada plano, segundo quatro parâmetros: recursos disponíveis; quanto gosta do plano; grau de confiança e nível de coerência.

O modelo base para desenhar o Odyssey Plan está disponível no site de "Designing Your Life". Pode encontrá-lo nesta página.