Halima Aden fotografada por Mario Sorrenti para a CR Fashion Book
Halima Aden fotografada por Mario Sorrenti para a CR Fashion Book

Diversidade

Halima Aden usa hijab na passerelle e foi contratada por uma das maiores agências do mundo

A modelo muçulmana, que competiu no final de 2016 no concurso Miss USA, captou agora a atenção da IMG Models, e não só.

No final de 2016, Halima Aden foi o centro das atenções no concurso Miss Minnesota USA por se tornar a primeira concorrente de sempre a competir em burkini e hijab. A modelo de 19 anos pode não ter ganho a coroa, mas recebeu agora dois grandes sinais de aceitação por parte da indústria da moda: não só assinou um contrato com a prestigiada agência IMG Models, como foi escolhida por Carine Roitfeld para a capa de Março da sua revista. A ex-directora da Vogue Paris convidou Halima para aparecer na capa da 10.ª edição da CR Fashion Book.

A IMG Models acaba de anunciar a parceria com a modelo muçulmana. “Achei que ela era tão corajosa por se manter fiel àquilo em que realmente acredita e ao mesmo tempo ir em busca do sonho americano de ser concorrente de um concurso de beleza ”, conta Ivan Bart, presidente da IMG Models, citado pelo Business of Fashion.

Aden não é a primeira modelo da religião muçulmana a assinar um contrato com a agência, mas está certamente a ir além dos limites ao persistir em usar permanentemente hijab. “Vamos ver como a indústria reage à Halima e trabalha ou não à volta das suas restrições. Não nega o facto de que queremos trabalhar com ela. E também não nega o facto de que já Carine Roitfeld a considerou tão apelativa quanto nós”, avança ainda Ivan Bart.

“Halima está a quebrar barreiras de beleza e percepção ao ser ela mesma”, explica por seu lado Carine Roitfeld no site da CR Fashion Book. “Acho isto incrivelmente inspirador e sei que ela vai ser um ícone. Na edição 10 da CR ela representa a diversidade de Paris, onde uma mistura de culturas globais convergem”, continua.

O futuro parece promissor para a jovem modelo, que tem para já presença marcada no desfile de uma das marcas mais mediáticas da actualidade, a de Kanye West. Halima vai desfilar esta quarta-feira na apresentação da nova colecção de Yeezy, em Nova Iorque. “Não tinha realmente a ideia de ser modelo”, revela a jovem ao Business of Fashion. “Queria espalhar uma mensagem positiva sobre a beleza e a diversidade e mostrar a outras jovens mulheres muçulmanas que há espaço para nós.”

Recorde-se que na última temporada de apresentações de moda, em Setembro passado, em Nova Iorque, a designer muçulmana Anniesa Hasibuan pôs a audiência inteira a aplaudir de pé no final do seu desfile de Primavera/Verão 2017. A designer, que vive na Indonésia, apresentou uma colecção direccionada para as mulheres muçulmanas, com todas as modelos cobertas por hijabs.

"Estou tão orgulhosa e agradecida a toda a gente da equipa que me ajudou a que este evento pudesse acontecer e estou agradecida aos media internacionais e locais da Indonésia por exporem o meu desfile", disse a designer na altura à CNN.