Ashley Biden com a actriz americana Aubrey plaza, que emprestou a  imagem à marca
Ashley Biden com a actriz americana Aubrey plaza, que emprestou a imagem à marca

Solidariedade

Filha de Biden cria marca solidária de camisolas

Ashley Biden criou a Livelihood para angariar fundos para projectos de desenvolvimento da comunidade onde nasceu.

A primeira aparição pública de Joe Biden desde que saiu da Casa Branca foi na semana passada. O antigo vice-presidente dos Estados Unidos esteve em Nova Iorque para apoiar a filha, Ashley Biden, 35 anos, no lançamento de uma colecção solidária de camisolas.

Composta por camisolas simples de cor sólida com capuz (hoodies), a Livelihood foi criada em parceria com o site de roupa Gilt. Biden – que dedicou os últimos 15 anos da sua carreira ao serviço social e é actualmente directora do Centro de Justiça de Delaware – decidiu direccionar 100% dos lucros da venda das camisolas para projectos de desenvolvimento da comunidade de Wilmington, no estado de Delaware (de onde é natural). O dinheiro vai ser gerido pela sua organização Livelihood Inc., para o financiamento de escolas, programas de formação vocacional.

“A Livelihood está relacionada com a igualdade no nosso país”, explica Ashley Biden ao Observer. “Acredito mesmo que a pobreza é a causa de muitos do nossos males sociais. Não é que os vícios ou a doença mental não afectem a classe média e alta, mas tem a ver com qualidade e acesso. Nós temos 45 milhões de pessoas a viver na pobreza.”

As camisolas são feitas nos Estados Unidos, sob os princípios de consciência ética e social. Há modelos de mulher, unissexo e de criança e os preços variam entre os 103,25 e os 129,39 euros. “Queria que fossem elegantes, sendo que têm apenas uma cor e poderiam ser usadas com um bom par de jeans para jantar fora”, conta ao Observer.

Na apresentação Biden elogiou o trabalho da filha e o seu empenho em tentar melhorar o mundo. “Sabemos que tivemos sucesso quando os nossos filhos são melhores do que nós”, disse.

Ashley é a mais nova dos quatro filhos de Joe Biden. A família sofreu já duas grandes tragédias: primeiro com a morte de uma das filhas e da mulher de Biden, num acidente de carro em 1973, e no ano passado com a morte de Beau Biden, que estava doente com cancro. “O meu irmão era o meu parceiro de compras. Nós falámos sobre esta ideia porque ele também adorava um bom hoodie. Ainda estou completamente de coração partido, mas usei a minha dor para criar este hoodie e esta empresa”, revelou Ashley ao Today.