Nuno Ferreira Santos/Arquivo

Educação

Pais espanhóis iniciam greve aos trabalhos de casa

Durante este mês as famílias vão recusar-se a fazer os deveres ao fim-de-semana.

Os pais de crianças que frequentam a escola pública em Espanha iniciaram esta semana uma greve de um mês aos trabalhos de casa passados aos seus filhos, uma iniciativa que é inédita no país vizinho.

A Confederação Espanhola de Associações de Pais e Mães de Alunos (Ceapa), que representa cerca de 12 mil associações, instou as famílias das várias comunidades autonómicas espanholas a recusarem-se a fazer os deveres durante os fins-de-semana de Novembro, noticiou o jornal El Mundo nesta quarta-feira.

Os argumentos da Ceapa é que os trabalhos de casa "invadem o tempo das famílias" e "violam o direito ao recreio, à brincadeira e a participar nas actividades artísticas e culturais", tal como vem descrito no artigo 31.º da Convenção dos Direitos da Criança.