• DR
  • DR
  • DR
  • DR
  • DR
  • DR
  • A caixa onde são entregues os ingredientes de cada receita.
    A caixa onde são entregues os ingredientes de cada receita. DR

Receitas

Ser chef na sua própria cozinha é possível e só precisa de uma caixa

Cada caixa da Slices tem um guião para poder seguir a receita passo a passo.

Foi a olhar de fora para dentro, que Pedro Soveral decidiu criar uma empresa que pretende chegar à cozinha dos portugueses dentro de uma caixa. A Slices lança o desafio: uma caixa que corresponde a uma receita e onde, lá dentro, estão todos os ingredientes necessários à sua confecção. No fim, sai uma refeição preparada por si, na sua cozinha “como um verdadeiro chef faria”.

Estar no supermercado em filas intermináveis, não saber que quantidades usar de cada ingrediente, comida demasiado tempo na frigideira ou até mesmo decidir a ementa para o jantar são todos problemas que assolam quem cozinha.

“É fácil brilhar na cozinha” é a premissa atestada por Pedro Soveral, um dos criadores da marca que nasceu em 2015, mas que está apenas há um mês em operação. Três amigos foodies – apaixonados por tudo o que seja comida – e a falta de jeito na cozinha deram origem à empresa portuense, um conceito que importaram.

“Olhámos para exemplos nos Estados Unidos e Inglaterra e tentámos adaptar à nossa cultura. É um modelo de negócio inovador para quem gosta de comer e estar na cozinha, mas cujos resultados não são muito bons”, diz Pedro Soveral ao Life&Style.

Uma receita, os ingredientes e um guião, tudo dentro de uma caixa que é entregue ao domicílio. O fundador da empresa compara a caixa da Slices com “uma caixa com todas as peças do lego que vem com um manual de instruções para ser obter um todo no final”. Neste caso, esse todo é a refeição que fica pronta na cozinha dos portugueses.

“Isto não é take away, isto não é como encomendar uma pizza, é encomendar uma caixa com ingredientes frescos para cozinhar em casa”, explica Pedro Soveral quando afirma que a empresa representa uma categoria nova, cujo conceito muita gente ainda não percebeu.

As receitas têm cerca de seis passos e a quantidade dos ingredientes que está dentro da caixa é exactamente aquela que é necessária à confecção. A equipa da Slices faz uma avaliação nutricional a cada receita.

Por enquanto, as receitas resultam apenas em doses individuais ou para dois, mas até ao final do ano o objectivo da empresa é expandir tanto a localização (para Lisboa) como o número de doses em cada caixa.

“Sabemos que os portugueses gostam de grandes jantaradas com amigos”, começa Pedro Soveral. A Slices pretende, em breve, ter disponíveis receitas para grupos, algo que corresponderá igualmente a mais quantidades nas caixas.

“Quero disponibilizar caixas para grupos e isso permite que seja eu a cozinhar para eles ou então estamos todos na cozinha e fazemos todos o jantar e é uma experiência partilhada”, confessa o fundador da empresa.

Neste momento, as entregas são feitas apenas na zona do Porto de terça-feira a sábado e para quem preferir pode levantar a encomenda na Lionesa, centro empresarial em Matosinhos, onde a empresa tem a sua sede – desde o escritório ao laboratório de receitas.

“A nossa estratégia é passar a ter vários picking points”, confessa Pedro Soveral perante a questão de alargamento da rede de entregas das caixas da Slices.

A trabalhar com a Slices está um chef residente Nuno Inverneiro, também ele chef do restaurante Usina na Lionesa, que é quem confecciona a maior parte das receitas.

“O Nuno está connosco desde o início, mas estamos em contacto com bloggers que gostam de cozinha para os trazer cá e colaborarem pontualmente em algumas receitas”, admite o fundador que quer convidados façam parte da equação da Slices.

As receitas mudam a cada semana, para garantir variedade a clientes mais frequentes. As ementas que estão no site da empresa correspondem à semana em questão e é possível consultar logo as receitas que estarão disponíveis na semana seguinte. As receitas de uma dose rondam os 9,20 euros e as de duas os 18,45 euros.

“As receitas acompanham o calendário e a própria sazonalidade dos ingredientes, são o reflexo da criatividade de quem trabalha com a Slices”, diz Pedro Soveral ao Life&Style.

Os produtos que constituem a caixa da Slices são preferencialmente de produtores locais, diz-nos o fundador da empresa. E, por causa disso e da premissa de entregar sempre alimentos o mais frescos possível, as encomendas têm que ser feitas até ao 12h do dia anterior àquele para o qual se pretende a entrega.

Texto editado por Bárbara Wong