• O corpo oleado de Kim Kardashian e o rabo desproporcional ao corpo foram alvo de sátira um pouco por toda a Internet
    O corpo oleado de Kim Kardashian e o rabo desproporcional ao corpo foram alvo de sátira um pouco por toda a Internet DR
  • A foto com a taça de champanhe, outra das capas da Paper
    A foto com a taça de champanhe, outra das capas da Paper DR
  • O rabo da socialite está a ser parodiado em várias montagens. Aqui, com a personagem da série Simpsons, Homer
    O rabo da socialite está a ser parodiado em várias montagens. Aqui, com a personagem da série Simpsons, Homer DR
  • Até a portuguesa
    Até a portuguesa "A Criada Malcriada" aderiu DR
  • Houve quem a comparasse a criaturas míticas
    Houve quem a comparasse a criaturas míticas DR
  • O tamanho e a forma do rabo de Kim Kardashian são duas das coisas mais comentadas nas redes sociais
    O tamanho e a forma do rabo de Kim Kardashian são duas das coisas mais comentadas nas redes sociais DR
  • Emoticons a
    Emoticons a "tapar" o rabo de Kim Kardashian também têm sido utilizados DR
  • O aspecto brilhante dado pelo óleo corporal
    O aspecto brilhante dado pelo óleo corporal "em demasia", dizem os fãs, permite comparações a donuts DR
  • Houve ou não houve retoques a mais?
    Houve ou não houve retoques a mais? "Era assim sem o photoshop" DR
  • O rabo da rainha das selfies foi reproduzido vezes sem conta. Aqui a dar forma a um cachorro quente
    O rabo da rainha das selfies foi reproduzido vezes sem conta. Aqui a dar forma a um cachorro quente DR
  • Em muitas das montagens, a cara de Kim foi substituída pelo rabo ou pela cara de outras pessoas
    Em muitas das montagens, a cara de Kim foi substituída pelo rabo ou pela cara de outras pessoas DR
  • Aqui, a cara de Kim foi substituída pela do marido, Kanye West
    Aqui, a cara de Kim foi substituída pela do marido, Kanye West DR
  • "A Kim Kardashian parece uma plástica e pouco realista boneca Barbie" DR

Revista

Kim mostrou o rabo para “deitar a Internet abaixo”

A socialite posou nua para a capa da revista Paper. Na Internet as fotos “sensuais” estão a ser alvo de sátira.

A edição de Inverno da Paper tinha um objectivo: deitar a Internet abaixo. Para isso, a convidada foi Kim Kardashian, “um símbolo da cultura pop capaz de gerar manchetes só por sair de casa”, diz a publicação. Minutos depois da partilha da capa dupla da revista nas redes sociais, o tema passou a ser o rabo de Kim Kardashian. Críticas, opiniões e montagens já andam a circular.

Há duas versões da capa: numa Kim aparece de costas, com umas luvas pretas e um colar de pérolas mas completamente nua. Noutra está com um vestido preto brilhante a equilibrar uma taça de champanhe com o rabo – uma recriação da foto tirada por Jean-Paul Goude à modelo Carolina Beaumont em 1976. 

No interior da revista, as fotos provocadoras continuam. Esta quarta-feira à noite, a Paper desvendou mais uma das fotografias, desta vez um nu frontal, onde Kim Kardashian aparece sorridente, de vestido na mão.

Mickey Boardman, director da publicação, disse ao Yahoo Style que a ideia de posar totalmente nua foi de Kim. "Foi ela que teve a ideia de tirar a roupa e mostrar mais do que o rabo. Não fomos nós que dissemos "vamos fazer uma capa com o teu rabo à mostra'", revelou.

Diz o Daily Mail que a Paper não conseguiu “deitar a Internet abaixo” mas sim “uni-la para gozar” com Kim Kardashian e criar um frenesim online. No Twitter, os utilizadores falam da manipulação da imagem, do rabo demasiado “oleado” e “falso como o de uma Barbie”. Fazem comparações a donuts e a animais. Mas também há quem diga “uau” e ache fantástica: a foto no Instagram pessoal da socialite já tem mais de um milhão de gostos. Sobre o uso de photoshop  nas fotografias, Boardman apenas disse que "há muito menos retoques do que as pessoas pensam".

Kim Kardashian utilizou o Twitter para responder aos comentários que têm sido feitos: “Ainda dizem que eu não tenho talentos… Tentem balançar uma taça de champanhe no vosso rabo”.

Da fotografia original a Kim Kardashian

Jean-Paul Goude é conhecido pelas fotografias marcantes tiradas a Grace Jones e a outras celebridades, pelas capas para a Harper's Bazaar ou Vanity Fair, mas o seu historial artístico está repleto de acusações sobre a objectivação e erotização dos corpos de mulheres negras através de fotografias exóticas em poses tanto atléticas como primitivas que, depois, recorta em pedaços e "monta". "Os negros são a premissa do meu trabalho. Tenho a febre da selva", disse o fotógrafo à People em 1979.

Sobre a fotografia de Carolina Beaumont, a autora Janell Hobson escreve, no livro Venus in the Dark: Blackness and Beauty in Popular Culture: "A modelo usa um penteado exótico e sorri para a camâra numa pose de um selvagem feliz por servir, o que sugere a sua cumplicidade em ter o seu corpo retratado como um objecto literal. Uma visão primitiva para proporcionar mais prazer pornográfico e intoxicação presumivelmente para um espectador masculino branco." 

Agora Kim Kardashian posou para o mesmo fotógrafo mas apesar do penteado exótico e da felicidade estampada no rosto, a mensagem é diferente e "descontextualizada", diz Hannah Ongley, do Styleite, um site de opinião sobre a indústria da moda. "A Paper pegou numa imagem carregada de tensão racial e numa imagem da qual a sociedade se tem afastado – a mulher negra como selvagem – e recriou-a com uma americana famosa por ter um vídeo de sexo. A razão, "deitar a Internet abaixo", é quase comicamente frívola".