Miguel Manso

Lisboa inspira Louboutin

Christian Louboutin parece não se deixar intimidar pela sinuosa calçada portuguesa. O mentor dos saltos mais vertiginosos da actualidade nomeou o hotel Palácio Belmonte, em Lisboa, como destino ideal quando se trata de procurar inspiração.

A convite da Vogue britânica, o designer francês que dá também nome à luxuosa marca de sapatos, falou sobre quinze hotéis da sua predilecção. De Los Angeles ao Dubai, de Hong Kong a Havana, não deixa de ser curioso que o fascínio intercontinental de Louboutin passe pela vista privilegiada que o hotel Palácio Belmonte, em Lisboa, proporciona sobre a cidade.

A par dos azulejos do século XV que adornam o palácio, foi precisamente a panorâmica da varanda que seduziu o criador, celebrizado pelas convidativas solas vermelhas. Paredes meias com o Castelo de São Jorge, o hotel tem, inclusive, o estatuto de monumento nacional e já foi galardoado, em 2000, com o prémio para a Regeneração Urbana do Royal Institution of Chartered Surveyors, atribuído por um membro de uma outra realeza, o Príncipe de Gales.

Também o director criativo da marca Saks Fifth Avenue, Terron Schaefer, elegeu recentemente o mesmo hotel, referindo-se a Lisboa como "um dos segredos mais bem guardados da Europa", desta vez à revista norte-americana Esquire.