Diário da 37ª ModaLisboa

Casa cheia num dia de sol e escuridão

O desfile de Ana Salazar encerrou o segundo dia da ModaLisboa, com o público a aplaudir de pé quando a pioneira da moda portuguesa surguiu na passerelle. O preto e o branco dominaram a colecção que abordou a forma e os volumes do vestuário e que teve, depois de algumas estações de ausência, as jóias de Valentim Quaresma a complementar na perfeição os looks de Ana Salazar.

Luís Buchinho apresentou a colecção que o Life&Style teve oportunidade de ver em Paris, na semana passada, e que agradou também ao público nacional. Destaque para as peças de tricot, os estampados de palmeiras e o tom de amarelo vibrante que o criador elegeu para dar cor a algumas peças.

Ricardo Preto pensou no que gosta de ver nos corpos femininos e criou uma série de padrões originais sobre tons nacarados e pastéis, iluminados por flúores, que resultou numa colecção bastante feminina.

No LAB, uma plataforma de micromarcas, Vítor utilizou as t-shirts do próprio roupeiro como material principal da colecção que apresentou para um resultado bio, não o biodegradável, mas o biográfico.

Texto alterado às 19h25 de 9 de Outubro