Série cinco bloggers, cinco estilos

A Pipoca Mais Doce, a marca

É caracterizada como fútil em blogues da concorrência, mas Ana Garcia Martins conseguiu o que muitos ambicionam e poucos conseguem: fazer do seu blogue o seu principal ganha pão. Mais do que isso, A Pipoca Mais Doce, o quinto blogue mais lido em Portugal com 12 milhões de visitantes únicos desde que foi criado e 20 mil visitas diárias, é uma marca comercialmente apetecível e em expansão. É um livro, é um CD e, muito em breve, poderá ser toda uma linha de moda. Está visto, este blogue vende que nem pãezinhos quentes.

Ana Garcia Martins, 30 anos, blogger e jornalista, autora de A Pipoca Mais Doce desde 2003, considera que em Portugal “as marcas e empresas estão finalmente a despertar para o fenómeno dos blogues e a perceber que a comunicação nesta plataforma recebe um feedback mais imediato do que através de uma página de revista ou de um anúncio na televisão”. Ana Garcia Martins lembra que em Portugal há poucos bloggers profissionais assumidos e que, neste momento, está a apostar em tornar “rentável e mais profissional” a sua actividade na blogosfera.

O Clix.pt, que hospeda e explora o blogue comercialmente desde o início do ano, tem sido contactado por várias marcas de moda, beleza, produtos de higiene e estética que publicitam através de banners e skins na página de A Pipoca Mais Doce. A Direcção de Comunicação Institucional da Optimus conta ao Life&Style que esta parceria – tal como a celebrada com O Alfaiate Lisboeta – partiu de um convite da Optimus no sentido de “integração [no Clix.pt], em exclusivo, dos blogues nacionais mais acedidos e consultados no que respeita a informação sobre tendências de moda, estilos urbanos e um olhar atento e bem-humorado sobre a vida”.

A autora do blogue – e também editora da secção de consumo na revista Time Out em part-time - garante que estas marcas “não têm qualquer interferência nos conteúdos editoriais” e que a rentabilidade, para já, não se traduz num valor fixo mensal. “Ainda há muita margem para o crescimento”, acrescenta Ana Garcia Martins. A direcção do Clix.pt afirma, por sua vez, que blogues como A Pipoca Mais Doce e O Alfaiate Lisboeta “constituem uma enorme mais-valia para a marca Optimus”, pela sua popularidade e por irem ao encontro das necessidades e expectativas dos clientes da empresa. Salienta ainda que a blogosfera é “um meio cada vez mais valorizado, com retorno de investimento bastante positivo, e com forte tendência para competir com os meios tradicionais”.

A Pipoca Mais Doce – “um blogue generalista [feito] de uma mulher para mulheres” que surgiu numa altura em que não havia blogues de moda em Portugal, segundo a autora – é também desde o início do ano uma marca licenciada. A ideia partiu de uma agência de licensing, a Zero e Oito.

Esta agência tem na sua equipa profissionais que diariamente acompanham a blogosfera, sobretudo os “blogues com maior sucesso, independentemente do seu conteúdo”, conta Madalena Castro, da Zero e Oito. “Seguimos vários blogues não só para encontrar potenciais marcas, mas para encontrarmos as tendências e gostos dos consumidores”.

Sensível aos números anotados pelos “olheiros” da agência - 5º lugar no top dos blogues em Portugal, 12 milhões de visitantes únicos desde que foi criado e 20 mil visitas diárias -, a Zero e Oito lançou o repto de tornar A Pipoca uma marca. Ana Garcia Martins respondeu afirmativamente. “Claro que estes números são relevantes quando estamos a avaliar o potencial de uma marca para licenciamento, mas mais do que isso são os pequenos exemplos que testemunham a influência directa da autora junto do seu público-alvo”. E quais são os valores que pretende transmitir a marca A Pipoca Mais Doce? “Fashion, diversão, mulher moderna, utilidade, inteligência”, responde Madalena Castro.