DR

Cocktails

Eu quero um cocktail só para mim

Portugal celebra o Dia Nacional do Cocktail a 18 de Maio e nós até arriscamos provar uma proposta inédita. Pelo país, e até dia 25, há cocktails especiais e em promoção numa centena de locais.

Está um dia de Primavera solarengo na Tapada da Ajuda. Em torno do belíssimo e envidraçado Pavilhão de Exposições há muito movimento e convites a experimentar uma bebida ou conhecer uma marca: é o Lisbon Bar Show, um evento destinado a profissionais mas também ao público com curiosidade sobre o mundo dos cocktails e as artes de bar.

À nossa volta o ambiente é de festa mas nós estamos aqui com uma missão: prometeram criar-nos um cocktail personalizado. Resumindo: eu falo de mim e o profissional cria a minha bebida. O convite da Diageo Reserve pareceu aliciante e cá estamos, no caso para testar Sandro Pimenta, um dos seis finalistas da competição nacional de mixologia World Class, organizada por esta empresa. Mal sabe o profissional quem tem pela frente.

De laço, colete e pronto a desafiar os meus sentidos – enquanto chefe de bar no Farol Design Hotel é também ele desafiado todos os dias, Sandro conta-nos que “há muitas pessoas que seguem os clássicos" e continua "a pedi-los mas também já há muitas outras que chegam ao pé de mim e perguntam o que recomendo”, diz.

Escolher um cocktail a partir da carta de bebidas é uma escolha segura mas há cada vez mais pessoas que preferem arriscar, ficando a conhecer outras opções para lá do gin tónico da moda ou dos clássicos Negronis ou Old Fashioned. Como descobrir qual a bebida certa para o cliente, então? Sandro explica: “Normalmente tenta-se sempre saber primeiro a base do espírito que mais gosta e se prefere bebidas mais doces ou mais amargas. A partir daí conseguimos guiar-nos.”

No balcão preto da Diageo Reserve, com copos com bebidas com ares exóticos a passar por nós, Sandro troca-me as voltas e toma as rédeas da bebida: “Gosta de tequila?”, pergunta-me. É a bebida de eleição desta terceira edição do Lisbon Bar Show mas não é a minha primeira escolha quando entro num bar. “Então é mesmo essa que vou utilizar”, devolve. O fruto a utilizar é outro motivo de discórdia – o figo é das frutas que menos gosto pelo sabor e textura. Não substitui por outra e diz-me que vou mudar de opinião. Temos guerra.

O cocktail faz-se em poucos minutos e mal sei o que inclui quando me é posto à frente – descobri, no fim, que além de tequila e figo, tinha limão e licor de laranjas amargas. Boa. Tem uma cor acastanhada. “Não cheire, beba. Normalmente deve cheirar-se mas neste momento não quero que cheire porque vai criar uma expectativa que não quero. Pegue e beba, não pense em nada. E seja franca”, diz Sandro.

Cumpro as indicações e ao primeiro gole tímido não sinto o álcool e não me sabe imediatamente a figo. Não sentir o álcool numa bebida destas é “o toque perfeito”, garante. “É sinal de que é um cocktail bem balanceado, que não tem picos de uma das coisas.”

Volto a beber uma e outra vez mas não fico inteiramente agradada. É fresco e doce, como disse inicialmente que gostava, mas os sabores finais não são os meus preferidos. Falta-lhe qualquer coisa. Para o bartender do Farol Design Hotel, o mais importante numa competição é perguntar ao júri se beberia dois cocktails daqueles. “Se não beber dois não vale a pena.” Faz-me a derradeira pergunta e não respondo que sim – é que não mudei de ideias acerca do figo.

Portanto, o jogo nem sempre resulta. Mas o certo é que é sempre divertido jogar. Sandro também decidiu arriscar, até porque, segundo me garante, o figo está mesmo a ganhar espaço nas cartas de cocktails e começa a ser mais usado.  

O dia dos cocktails dura uma semana
Neste que é o segundo e último dia do Lisbon Bar Show, aproveita-se também para marcar o Dia Nacional do Cocktail, celebrado em Portugal a 18 de Maio e não a 13, como no resto do mundo, por esse ser um importante dia religioso.

Assim, de 18 a 25 de Maio o cocktail é celebrado em cerca de cem bares, garrafeiras e hotéis por todo o país. Cada sítio tem um "cocktail inédito" e o preço deverá variar entre 4 e 7 euros. A lista completa de sítos aderentes está aqui