Terapias chinesas

Agulhas e ervas para perder peso e até estimular a memória

Tonificar o baço? Sim. A medicina chinesa aplicada à perda de peso, ao combate à celulite e mesmo à melhoria da circulação, tudo numa terapia que alia agulhas e apertos — ou seja, acupunctura, massagem. E fitoterapia.

Oito agulhas de acupunctura são colocadas em pontos específicos da barriga e ligadas a um electro-estimulador, que vai aumentando de intensidade. Depois de retiradas as agulhas, uma massagem localizada com um creme à base de ervas chinesas. E podem ainda ser aconselhados suplementos alimentares de fitoterapia chinesa. Estes são os passos do novo tratamento com que o Centro de Terapias Chinesas (CTC) quer combater celulite, estrias e reduzir volume corporal.

“Uma pessoa stressada não consegue parar quieta, gasta mais energia e tem tendência para comer em demasia para aliviar a tensão. Daí que a ansiedade e o stress sejam muitas vezes a causa do excesso de peso de algumas pessoas”, diz a acupunctora e responsável técnica do CTC Wenqian Chen, de 48 anos e que há 18 anos aplica o método da acupunctura e da fitoterapia para eliminar gorduras. “É dos pouco tratamentos que asseguro que funciona a 100%, quando as pessoas assim o desejam e colaboram. É por isso que digo sempre às minhas pacientes que aqui não se fazem milagres”.

Segundo a medicina tradicional chinesa, o principal responsável pela gordura que se acumula no nosso corpo é o mau funcionamento do baço. Comer em demasia ou fora de horas, passar muitas horas sem nada ingerir ou não variar os alimentos são alguns dos factores que retiram energia ao baço e atrapalham o seu funcionamento.

“O baço ajuda o estômago a retirar a energia dos alimentos que ingerimos e quando está debilitado não consegue aproveitar a energia dos alimentos e fazer a correcta distribuição dos líquidos. O resultado é que a gordura vai acumular-se à volta dos músculos”, explica a responsável, que aposta em tonificar o baço, através da acupunctura e da fitoterapia, para que este consiga eliminar as gorduras.

Wenqian Chen diz-nos que este método pode ser utilizado de três formas diferentes, consoante a necessidade: só massagem; acupunctura e fitoterapia e, o mais completo, a junção dos últimos dois.

A massagem funciona mais como prevenção e manutenção, para quem tem tendência a ter celulite ou estrias. É feita através de uma forte estimulação dos pontos do meridiano (linhas de energia) baço/estômago e todos os movimentos visam fazer fluir a energia, para que o baço não encontre obstáculos e consiga eliminar líquidos. Segundo Wenqian Chen, não só evita a celulite e a acumulação de gorduras como também ajuda na circulação (por exemplo, pernas pesadas), no funcionamento do aparelho digestivo e mesmo a concentração e memória.

A fitoterapia — ou seja, o tratamento através das plantas — aplica-se para melhorar a alimentação. “Faz-se apenas durante uma primeira fase para equilibrar”, refere a acupunctora. São suplementos alimentares, chás e algumas refeições feitos pela família chinesa Guo’s há mais de 20 anos. À base de cereais e ervas e estão reconhecidos pelo Infarmed — Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde. Não substituem a alimentação, claro. “Devemos comer um bocadinho de tudo tendo atenção às quantidades, e nós ajudamos a equilibrar a alimentação.“