• Alguns dos bestsellers da Roger&Gallet: a água-de-colónia, o perfume e o sabonete
    Alguns dos bestsellers da Roger&Gallet: a água-de-colónia, o perfume e o sabonete
  • Frasco original da Aqua Mirabilis
    Frasco original da Aqua Mirabilis
  • Frasco Rouleau de L'Empereur, criado para poder ser transportado nas botas de Napoleão Bonaparte
    Frasco Rouleau de L'Empereur, criado para poder ser transportado nas botas de Napoleão Bonaparte
  • Um coffret para a barba constituído por cinco produtos

    Um coffret para a barba constituído por cinco produtos

  • Frasco do perfume Pâquerettes criado por René Lalique
    Frasco do perfume Pâquerettes criado por René Lalique
  • Mais uma criação de René Lalique: o frasco do perfume Cigalia
    Mais uma criação de René Lalique: o frasco do perfume Cigalia
  • Conjunto com as várias linhas da marca, criadas por Martin Szekely

    Conjunto com as várias linhas da marca, criadas por Martin Szekely

  • As três águas-de-colónia comemorativas dos 150 anos, em em edição limitada, €39

    As três águas-de-colónia comemorativas dos 150 anos, em em edição limitada, €39

150 anos da Roger&Gallet

O elixir de Napoleão Bonaparte

A história da água-de-colónia que está na origem da marca francesa Roger&Gallet é romântica, aristocrata e um caso de sucesso que se perpetua há 150 anos. Em ano de aniversário, recordamos como tudo começou.

Napoleão Bonaparte não usava nenhum perfume, apenas uma “água” com um aroma leve e fresco de propriedades terapêuticas, que até ao século XVIII era vendida em exclusivo por boticários e até prescrita por médicos. Conta-se que o imperador francês era tão fanático pela fragrância que usava 50 frasco por mês e para além de a usar no corpo, diz-se que também a bebia.

A "água" em questão era a Eau de Cologne Jean Marie Farina, perfumista e herdeiro de uma tradição de boticário que teve um papel decisivo na arte da perfumaria. Farina herdou a fórmula da Aqua Mirabilis ("água admirável") criada em 1693 pelo italiano Gian Paolo Feminis e popularizou-a ajudando a trazer a água-de-colónia para o quoditiano das pessoas.

A fórmula da Aqua Mirabilis baseia-se num destilado de plantas medicinais que foi patenteado pela Faculdade de Medicina de Colónia, Alemanha, em 1727. Farina herdou a fórmula, mas mudou-lhe o nome para Eau de Cologne em homenagem à sua cidade natal. Quando se mudou para Paris, em 1806, conseguiu que se tornasse na primeira água-de-colónia de sucesso na história da perfumaria.

Em 1862, Armand Roger e Charles Gallet constituiram a Parfumerie Roger & Gallet e compraram o catálogo da casa Jean Marie Farina. Juntos criaram os primeiros perfumes que cuidam do corpo e da mente graças às suas propriedades relaxantes, revigorantes e tonificantes. A Aqua Mirabilis retira as suas características aromacológicas das notas de limão e bergamota, neroli, alecrim, pimenta, murta, madeira de sândalo e cedro.

A Eau de Cologne Jean Marie Farina tornou-se uma referência na corte francesa - recebeu a aprovação da Comissão dos Remédios Secretos em 18 de Agosto de 1810 - e, pode dizer-se que Napoleão Bonaparte foi o seu mais notório embaixador ao levar a fama do perfumista às corte europeias. Isto porque, num acto romântico para que o Imperador se lembrasse da sua amada Josephine pediu a Jean Marie Farina que criasse um frasco especial que pudesse ser guardado nas botas. Idêntico ao original, mas mais fino e comprido, Rouleau de L’Empereur resultou num dos frascos mais emblemáticos da história da Roger&Gallet.

No sucesso das fragrâncias da Roger&Gallet também há que destacar a visão artística da casa que elevou alguns dos seus frascos de perfume a obras de arte ao serem assinados por referências como Lalique ou Baccarat.

O sabonete redondo é outros dos bestsellers da marca que ainda hoje é fabricado segundo o método tradicional do “caldeirão”, um processo único de perfumar o núcleo do sabonete com uma combinação perfeita de raízes e óleos essenciais. Os sabonetes perfumados possuem uma base 100% vegetal e são elaborados com essências naturais que respeitam o pH natural da pele e não contêm detergentes sintéticos. 

Hoje a marca é composta por seis linhas: Jean Marie Farina (a original), Rose, Bois d’Orange, Cédrat, Gingembre e Thé Vert. Os produtos da Roger&SGallet vão desde águas-de-colónia, aos sabonetes, passando pelo gel de banho e hidratantes corporais. Ah! E a água-de-colónia que Napoleão usava ainda se comercializa.